Notícia

30 de Junho de 2020

Teremos La Niña esse ano?

Nas últimas semanas foi observado um rápido resfriamento das águas superficiais do Oceano Pacífico Equatorial, além de alterações na atmosfera, como uma intensificação dos ventos alísios. De acordo com os meteorologistas da Meteored, as mudanças apontam para uma fase negativa do “El Niño” – Oscilação Sul (ENOS), popularmente chamado de “La Niña”.

“A última vez que o ENOS esteve ativo foi na primeira metade de 2019, quando esteve em sua fase positiva, chamada de El Niño. Nas últimas semanas, o surgimento de águas mais frias na superfície do Pacífico Equatorial acendeu o alerta para o possível desenvolvimento da fase negativa do ENOS, a La Niña”, apontam os especialistas.

A agência australiana de meteorologia, Bureau os Meteorology (BOM), emitiu recentemente o status de “La Niña Watch” em seu sistema de monitoramento pela primeira vez desde fevereiro de 2018. Isso significa que a chance de formação de La Niña em 2020 é de cerca de 50%, com a maioria dos modelos numéricos indicando que o Pacífico Equatorial deve continuar a esfriar nos próximos meses.

“Três dos oito modelos usados pela BOM mostram que o resfriamento atingirá o limiar de La Niña em agosto, dois modelos preveem que esse limiar seja atingido em setembro e os outros três preveem a continuidade da fase neutra. Já a NOAA reforça que, por mais que esteja havendo esse resfriamento do Pacífico, ainda estamos em condições neutras do ENOS e devemos continuar assim ao longo do trimestre de inverno, com 60% de chance de continuidade de fase neutra. Já para os trimestres de primavera e verão, as chances de termos uma La Niña ou fase neutra são praticamente as mesmas, entre 45 a 50%”, conclui a Meteored.

Fonte: Agrolink

Baixe o APP PRA VOCÊ

Baixe o APP MINHA COTRIPAL

Cotripal Agropecuária Cooperativa
Rua Herrmann Meyer, 237 - Centro
CEP: 98280-000 - Panambi - RS
Fone: (55) 3375 9000